segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Demônio no aparelho som.

Ontem eu e a Shirubana assistimos Anabelle, o filme da boneca amaldiçoada. Nossa, o filme valeu pelo demônio na escada...Se eu visse um troço daqueles, me borrava toda, ou morria do coração! Bom, adoro filmes de terror.^^ Eu acredito em objetos amaldiçoados, já tive um...era o aparelho de som. Uma vez o Ju-Sama ficou chamando o Lulu ( apelido carinhoso que Ju deu ao demônio ) e uma voz horrenda e distorcida saiu da caixa de som... Putz! Que medo que deu isso. Sorte que a mãe do Ju jogou água benta nele e ele parou de falar uma língua estranha sem sentido. O Ju estava muito estranho naquela época. E o aparelho de som foi doado. Só que a pessoa que levou o som pirou! Aconteceram muitas desgraças com ele e sua família... Se você precisar de um demônio, chame Ju-Sama. Ele é um, eu acho. Pelo menos pros mangakás nacionais... E tem uma criatura no meu quarto, até pedi ajuda para um amigo e ele me deu umas dicas de como me livrar do bicho. Deu certo, eu acho. ^^ Espero que tudo isso não passe de mera imaginação nossa...
No Natal, um amigo do meu irmão contou que a escola onde ele dá aulas é assombrada! Tem até vozes e barulhos que o meu irmão ouviu também quando foi lá. hehehe Que isso! Histórias de fantasmas em pleno Natal? rsrsrs Só a gente mesmo. 
Segundo a Shirubana, a criatura do nosso quarto tem uma mãozinha igualzinha ao demônio do filme da boneca!!! Jesus...Ainda bem que eu nunca vi isso, apenas sombra. E ele mora em cima do armário de mangás. É um demônio japonês que eu acho que veio junto com os livros de uma amiga que foi pro Japão na época  e nos deu de presente.0.0' Sempre dizem que mangá é coisa do demo...as vezes eu acredito nisso. Mas com tantos fenômenos estranhos, como alguém socar as portas e janelas e não ser ninguém, sons altos que só uma pessoa ouve a outra não, eu acostumei. Esse do som foi muito estranho e foi a gota d'água pra gente se livrar do aparelho. O Simon estava no quarto e eu  e a minha irmã estávamos tentando ligar o aparelho de som de novo depois de anos guardado. Guardamos ele de medo, mas depois começamos a pensar o quanto isso era ridículo, que era apenas um aparelho de som velho que fazia sons estranhos, mas não era nada sobrenatural! Mas uns minutos depois, o Simon veio e pediu pra gente não ligar o som tão alto, porque ele tinha ouvido uma espécie de trombetas altíssimas vindo da sala e quase morreu de susto. Eu olhei pra Shirubana perplexa porque o som não estava ligado ainda. E não ouvimos nada, nem um ruído sequer e o Simon disse que foi muito alto mesmo. Quando a gente foi doar a gente avisou que era amaldiçoado, mas a pessoa quis do mesmo jeito... Mas era um bom aparelho...que pena que ficou com o Lulu nele.
Bom, mudando de assunto, hoje eu e a Shirubana fomos para Taubaté e depois passamos na casa da irmã mais nova e encontramos a Dona Helô lá ( nossa mãe ^^) e o Simon. Fomos fazer umas comprinhas e passamos numa loja de uns novos amigos que fizemos no vale Comics para desejar feliz 2015! Pena que não deu pra ir ao correio levar os produtos dos clientes da Loja Futago... Mas o correio está sempre sem sistema...é muito chato isso. A fila fica enorme e a gente perde mais de uma hora lá. É preferível voltar outro dia nesse caso.^^

4 comentários:

  1. Credo, sensei. Que relatos arrepiantes. xD
    Graças a Deus, não sugiu nenhuma criatura onde guardo minhas coleções de mangás, e que Deus conserve assim. haha!

    Falando em relatos sobre natural, quando eu era pequeno, via pessoas mortas, de vez em quando. Incluindo um avô que falesceu antes de eu nascer, e só fui ver uma foto dele, depois de ver a alma. ^^
    Depois de crescer, parei de ver. (Graças a Deus, pois dava medo. rs) Mas ainda sinto a presença, as vezes... Lembro que um conhecido, que morava na minha rua, falesceu certo dia de madrugada. E nessa madrugada, eu sentia uma forte presença na sala de jantar. Lembro que passei por ela, e senti como se alguém tivesse tocado minhas costas. Não via nada... Mas meio que visualizava em minha mente, olhos me observando, já que a sala de jantar fica logo ao lado da sala onde fica o pc. (tava até lendo hentai, quando comecei a sentir a presença... malditos espíritos que não respeitam nossa privassidade. hunf. e.e)
    No dia seguinte, fiquei sabendo da morte. E felizmente, a presença dele se foi. rs

    Mas em relação a objeto amaldiçoado. Graças a Deus nunca vi nenhum assim lá em casa (ao menos não me lembro), e espero nunca ver. rs E coitado da pessoa que ficou com o som. rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa! Você é um sensitivo! Dizem que sensitivos não gostam mesmo de ver os espíritos! Mas adorei seu relato, Antônio. É assustador e fascinante ao mesmo tempo. Talvez o espírito quisesse ler um hentai antes de partir definitivamente, né? rsrs

      Excluir
    2. kkkkkkkk Pois é. :v
      Segundo a minha mãe, que é espirita, ele deve ter sido uma pessoa muito apegada ao sexo. Logo o espírito foi atraído pelo conteúdo do que eu estava lendo. Só imagino, que talvez ele não tenha encontrado bem o que procurava, já que se tratava apenas de desenhos, e não pessoas. Mas vai saber. kkkkkkk

      Excluir
    3. Vai ver ele era otaku! rsrs

      Excluir