sexta-feira, 9 de outubro de 2020

Paris...^^


Olá, amigos, colegas e leitores! Como estão? Faz milênios que não escrevo aqui, não é mesmo?
Fiz essa ilustração do doutor Ellie e X em Paris. Eu ia colocar uma cidade qualquer, mas a Shirubana disse "coloca a torre de Paris". Eu gostei da ideia já que é a cidade do romance. E a gente está assistindo Emily in Paris, na Netflix e vendo muito walking in Paris ultimamente no Youtube, já que viajar não dá.
E isso influenciou a arte.
 
Vou falar um pouco sobre os personagens. Sem spoiler.^^

O doutor Ellie é uma pessoa "normal" aparentemente, que faz tudo certinho, tem uma vida profissional reta, é um ótimo terapeuta, mas não tem nenhum relacionamento fixo por achar que o amor não existe. Ele não credita quando alguém diz que o ama e se afasta. Me baseei em alguns amigos gays que agem assim. ^^ 
Pensando no Ellie, ele acha que amor entre homens não existe, mesmo sendo homossexual. Aliás, ele acha que amor em geral não existe. Ele adquiriu esse preconceito por ter sofrido por amor na adolescência. 
Mesmo sendo um psiquiatra ele tem uns problemas e é revendo Baskiah que ele começa a mudar, ele quer acreditar no amor, superar o passado. 
E tem o problema de se sentir atraído por um menino menor de idade que é seu paciente, o GarotoX. Logo ele, que é certinho. Isso o deixa péssimo, mas ele esconde para si. 

O Baskiah é meu favorito, ele tem muito de mim, criei pensando em um artista que eu gostaria de ser. A primeira versão de Garoto X era um conto, uma lightnovel. No conto, Baskiah não namora Ellie, ele era hétero a princípio. Mas havia uma química entre eles e eu segurei pra não rolar nada entre eles. Acredite, eles ganham vida e a gente acaba tendo que forçar a barra pra trama seguir. Quem escreve sabe do que estou falando. ^^

Mas no mangá não teve como segurar isso. Juntei os dois. Baskiah ficou misterioso, mais que X. Eu curti isso. Mas Bas tem um lado obscuro que vai ser mostrado no segundo volume.
Ellie por outro lado, não tem lado obscuro, ele tem um lado angelical, ele é frágil mentalmente. O passado dele que é obscuro. E eis o motivo da história se passar na cidade onde Ellie nasceu. É lá que está seu confronto consigo mesmo. Ellie precisa superar tudo que aconteceu, voltar a amar de verdade. 
No primeiro capítulo, Ellie é visto como O carrasco do Amor, que é o título desse primeiro capítulo. Mas na verdade ele é o carrasco de si mesmo. Esse termo é usado de verdade contra os psiquiatras, eles são considerados carrascos do amor na vida real e no mangá eu tento explicar o porquê desse termo. 

E os mistérios não param por aí, tem mais coisa por trás da vida de Ellie, que eu e a Shirubana bolamos do nada e gostamos, não posso revelar obviamente, mas posso dizer que ninguém vai esperar por isso. Ninguém, só lendo a minha mente. rsrs Então, Ellie, Bas e X não são tão comuns assim...

O segundo volume está em produção. Espero poder lançar em breve após O Príncipe do Mega-seller. Eu estou muito ativa nas redes sociais agora. Consegui conciliar os mangás com as redes finalmente. 
Agora eu cuido do site, dos mangás e das redes e vendas, a Shirubana, bom, ela desenha rsrs 

Voltei a trabalhar de fato faz 3 meses, porque esse ano começou muito mal, depois veio a pandemia e eu fiquei estressada demais, agora eu estou meditando todo dia e fazendo ioga. Só assim para aguentar a coisa. Viver tem sido uma aventura ultimamente. Me sinto o Monk, um detetive diferente quando saio de casa. -_- 

Bom é isso, vou voltar aos mangás. Beijosss







 












 





  


  

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Sou rebelde!

Olá, bonitos! Como estão? Faz tempo que não escrevo nada por aqui, não é? Mas foi por vários motivos e um deles era a nossa internet que nos deixava na mão o tempo todo! Isso foi por meses, até que chegou uma empresa nova por aqui e contratamos. Está bem melhor.^^ Eu não quis contratar a vivo porque tenho trauma dessa empresa! O meu erro foi ter comprado um chip da vivo! Porque eu acreditei que não iam cobrar nada além do plano? Claro que não iam! Logo me livro desse chip. 

Mas mudando de  assunto, faz quase um mês que não entro no facebook, aliás eu desfiz minha conta lá. Foi um ato de rebeldia. Um amigo disse que eu fugi de lá. Meio querendo dizer que foi um ato covarde, uma vez que ele consegue se abstrair das postagens. Sorte dele!^^ Já eu saí não só pelos postes negativos e distração barata, foi porque ficou inútil profissionalmente, foi isso. E vi que desenhos e quadrinhos postados no face não são achados nos buscas e nem mesmo no busca do face, você joga seu desenho no limbo! Ninguém vê mais depois que você posta apenas para alguns. Não é como esse blog ou o twitter, que o mundo inteiro pode cair aqui de repente e ver quadrinhos. O mais louco de tudo é que, foi saindo do Facebook, que fiquei mais inteirada no que meus colegas andam fazendo! Imagine só! Até comecei a conhecer novos artistas, que estão no face, mas eu não via por lá. rsrs Estou gostando disso!

E por falar em mangás, eu estou trabalhando no mangá Garoto X 2, decidi que terá menos páginas e mais volumes. Faltam apenas 5 páginas para eu terminar o volume, mas estou na dúvida sobre o gancho. Não sei se vai ficar realmente bom. Estou matando o tempo aqui e esperando a ideia maturar. Nesse volume, o passado do doutor Ellie começa a ser revelado. Ele tem uma espécie de regressão espontânea! Algo que li uma vez que é possível.^^ E por causa desse passado, o lado frágil de Ellie aparece. Toda aquela pose de alguém que sabe o que faz, desmorona. E o Garoto X ainda está sem memória. Eu segurei a descoberta do passado de X, achei que isso pode esperar mais e ser contada depois, no próximo volume. Baskiah também esconde seu passado e sua vida por um bom motivo...que pode arruinar o psicológico de Ellie mais ainda. Isso também ficará mais para frente. hehehe E os ex de Ellie aparecem também pra bagunçar a vida dele. Como tem muito personagem, a história ficará bem maior que eu imaginava. E vão aparecer mais coisas misteriosas além daquela mulher do começo. Quero explorar melhor todo mundo nesse mangá. Eu não escrevi um roteiro fixo, eu já escrevi essa história mil vezes, agora eu estou brincando com os acontecimentos, deixando os personagens agirem por conta própria! Outra rebeldia minha. rsrs Não sigo regras mais. Claro que não estou fazendo algo sem saber no que vai dar, seria muita irresponsabilidade como roteirista, mas eu gosto de ir criando novas situações para a história e  a trama que  deixem mais interessante. E nesse volume tem sexo, claro! huhuhu Proibido para menores... Eu não sei quanto aos colegas, mas eu imagino toda a vida de um personagem, seus antepassados, sua infância, escola, tudo que fazem, até como é o dia todo deles. Eu fico viajando as vezes. São coisas que não dá para colocar tudo num mangá, mas eu sei exatamente como cada um acorda, toma café, trabalha, faz sexo, compras, que carro é de cada um, etc, principalmente desse mangá. 
E quanto ao Mega Seller, eu estou dando um capricho no traço, mudando algumas coisinhas. Estou pensando em entrar no financiamento coletivo com ele porque eu queria fazer um mangá bem bonito, com capa dura, dentro de um box, mas a grana não dá pra isso. Quem sabe com doação dos leitores eu possa fazer algo exclusivo e lindo para todos! Algo só pro catarse, que não será vendido depois. Com brindes incríveis! Seria um sonho.^^
Bom, é isso. Vou voltar ao desenho! Grande beijo a todos. Depois posto um desenho novo do Mega-Seller aqui.




terça-feira, 29 de maio de 2018

O Príncipe do Mega Seller, em junho!

Olá, amigos! Hoje eu estou terminando as artes para a "nova temporada" do mangá dos príncipes escritores! Em junho teremos muitos lançamentos do Futago Estúdio! Um deles é este - O Príncipe do Mega Seller! Uma nova aventura dos escritores mais pirados do mundo! Paulo Lebre, agora um mega-seller e os seus alunos, Pedro, Max e Theodore, vão se envolver em mais uma aventura cheia de mistério e intrigas hilárias numa ilha onde muitos escritores e escritoras famosas se encontrarão!
Estou ansiosa para dar sequência à este mangá e espero que gostem!